Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ternura

A minha alma: casa esvoaçante
abriga um anjo criança;

de larges ailes
ela vive nas ondas de luz

uma menina de cabelos dourados
e olhos cor de turquesa.

Inebriada
pela doce inocência

desvenda os sonhos lancinantes
das mariposas
transformando-se em belas borboletas.

A menina
vigia
il tâche à voir plutôt

Ton sourice
quelle joie!

E nas tardes pungentes e sós
a doce menina
adormece e sonha

nos braços da brisa
- serenata do vento -

a transbordar-se
de ternura infinita

le souffle du Seigneur.

Verônica Partinski
Enviado por Verônica Partinski em 25/11/2007
Reeditado em 26/11/2007
Código do texto: T752345

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Partinski
São Paulo - São Paulo - Brasil
361 textos (12828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 06:42)
Verônica Partinski