Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos borboletas


Eu experimento o lado sombrio
da cidade deserta

não enxergo a multidão que
caminha feito seta

eu não tenho plano
não construo prédio

eu sou um homem solitário
meus amores fugiram de tédio

ouço a música de
Walter Franco (minha meta)

nem assim sou capaz
de manter a espinha ereta

há uma amostra em mim
do que poderia ser

mas (meu) eu poeta
continua a flutuar

em versos borboletas
de querer voar

atanazio mario fernandes Lameira
Enviado por atanazio mario fernandes Lameira em 27/11/2007
Código do texto: T754416
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
atanazio mario fernandes Lameira
Laguna - Santa Catarina - Brasil
364 textos (12438 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:10)
atanazio mario fernandes Lameira