Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Razão

Ontem tomei alguns goles de razão
Desceu-me amarga, e queimou minhas entranhas
Que lacerante eram as dores na consciência
E como eram doces as vontades
Que não saciei, por achar que era injusto
Viver, sem ter razão, enquanto a vida
Raciocinava para manter-me iludido
Com os anseios infinitos de minh'alma
Rafael Estevan
Enviado por Rafael Estevan em 01/12/2007
Código do texto: T760745
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, e e-mail. Raphael E.; restevan@caloi.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Estevan
Atibaia - São Paulo - Brasil, 28 anos
625 textos (125707 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:47)
Rafael Estevan