Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjos do mar

Anjos do mar

Às ondas são anjos que dormem no mar,
Que tremem, palpitam, banhados de luz.
São anjos que dormem, a rir e sonhar e em leito de espuma revolvem-se nus.
E quando de noite vem pálida a lua seus raios incertos tremer, pratear, e a trança luzente da nuvem flutua, as ondas são anjos que dormem no mar.
Que dormem, que sonham, e o vento dos céus vem tépido à noite beijar.
São meigos anjinhos, são filhos de Deus, que ao fresco se embalam do seio do mar
E quando nas águas os ventos suspiram, são puros fervores de ventos e mar.
São beijos que queimam e as noites deliram, e os pobres anjinhos estão a chorar.
Quando tu sentes dos mares na flor os ventos e vagas gemer, palpitar, por que não consentes, num beijo de amor que eu diga-te os sonhos dos anjos do mar?!

( Alvarez De Azevedo )

***

Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 31/12/2005
Reeditado em 02/04/2006
Código do texto: T92591

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146141 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:42)
Dama De Negro