Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus Caros Amigos

Desejo para Todos Vocês, um Feliz Dia das Mães.

E em comemoração a esta Magna Data, 14/05/06, estou apresentando às Amadas Mães e aos Filhos Dedicados, o soneto: “Saudades, Mãe”. 

Nesta linha, como muitos de meus amigos já me questionaram, aponto aqui, o melhor exemplo de mãe virtuosa que, jamais conheci até 2002, dizendo:

__A melhor mãe que conheço está naquela que reflete um Amor capaz de primeiro pensar no filho, depois em si; que, espelha uma espécie de Dedicação, de Carinho e de Paciência para com os mesmos capaz de deixá-los sempre descontraídos, alegres e felizes, para poderem ter a calma necessária para serem encaminhados ao necessário aprendizado em seus péríodos de fomação, para a vida. É aquela que sempre terá um tempinho para dar atenção aos filhos, ontem, hoje, sempre.

Nesta linha, apesar de eu ter tido uma execelente mãe, jamais conheci melhor mãe igual ao vivido por Angelita, minha esposa. 

__Assim, Angelita, Nesta Data, curvo-me ante os Céus e dou graças por teres sido escolhida, pela Divindade, para trazeres à Luz, "neste especial momento de nossas vidas", os amados Vitor Francisco e Vitor Emmanuel, nossos filhos. Que Deus te continue abençoando eternamente. Por isto, não deixo de observar que, não foi à-toa o fato de, Vitor Francisco, nosso primeiro filho, ter nascido, exatemente, em tua data de aniversário.

Em face da Data, Angelita homenageia, daqui, a partir deste momento, sua mãe, Lourdes, no sul do Brasil, que sabemos, hoje está acompanhada do esposo, Christóvam, de filhos, genros, netos e bisnetos. 

__ Parabéns, D. Lourdes. 

Falando ainda de mães e filhos, em Amor Cósmico Incondicional, homenageio aqui, também, a dedicação vívida e sempre compreensiva, muito além do que eu possa captar, de meus filhos Kelly Cristine, Kathlenn e Bryan à mãe deles, "instrumento do Alto utilizado para que eles viessem, desta vez, a este Orbe; para aprendizado deles, meu, dela mesma, de todos,  pela "LUZ" às nossas Mentes e Corações, conforme a Perfeição e Justiça de Deus, em Expansão Para Sempre, conforme a "Lei do Retorno".

Finalmente, rendo homenagens aqui também para minha amada mãe, hoje em espírito, no mundo sutil. Diante do inevitável e consumado na Terra:

__Oferto-te, mãe, esta, in memorium:


Assim: 

SAUDADES, MÃE

Assim, por essas tardes tristes e desoladas…
Por essas últimas manhãs frias, uma quimera...
A gente sente saudades de criaturas amadas,
Que foram um breve sonho no tempo, primavera.

E essas nuvens assim, separadas, isoladas,
Não quererão dizer, talvez, que estão à espera
Do amor-sol para, com raios de luz aureoladas,
Alegrar nosso mundo que há muito dilacera?...

Não sei. Só sei que esses crepúsculos sufocados,
Parecem nos querer matar de tédio, de saudade,
Já que de mortais sensíveis somos chamados.

E uma coisa nos oprime, não sei por que,
Pois a gente sente uma louca vontade,
Sem entretanto saber-se dizer de que.


Porto Velho, de 09 de maio de 2006.

Na esperança de que, Cada Um de Nós Seja Capaz de Doar, de Si, em proveito ao irmão próximo necessitado, em Semeadura Cósmica Permanente, de acordo com a Lei de Causa e Efeito, pela Abundância Plena, e no aguardo de que:

Haja LUZ e Haja ÉTICA entre nós, na política nacional, no Planeta Terra, subscrevo abaixo.

Vitor Hugo Bitencourt da Silva

Sócio Fundador da Associação Rondoniense de Poesia–ACARP
Sócio Efetivo e Comendador da Ordem da Confraria dos Poetas do Brasil - OCPOETAS BRASIL
Web Site: http://www.vhbbrasil.recantodasletras.com.br / 
                   www.recantodasletras.com.br


E-mails:    vhbbrasil@vhbbrasil.recantodasletras.com.br / 
              vhbrasil@yahoo.com.br
         
Prof Vitor
Enviado por Prof Vitor em 09/05/2006
Reeditado em 07/09/2014
Código do texto: T153106
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Informando-me da utilização da obra, aqui.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prof Vitor
Porto Velho - Rondônia - Brasil
142 textos (19422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:47)