Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


* M   à  E !!! *

Minha vida eu devo à tí,
no teu ventre eu me abriguei
e, durante nove meses,
dentro do teu corpo eu morei
e essa doce morada,
eu nunca esquecerei.

Que casinha mais gostosa...
nela eu não sentia frio,
me sentia tão seguro...
e o teu amor me aquecia.

O teu amor sem medidas
me fazia ir crescendo,
lembro que dentro de tí eu brincava
com meus pezinhos batendo.

E cada vez que eu me mexia
sentia tua alegria... tu sorrias...
com tuas mãos a me afagar,
eu, cheio de dengos ...
começava a cochilar.

No dia em que eu nascí
eu pude sentir a tua dor,
e a dor que vinha de tí mãe querida,
era dor de alegria e de amor !

            florzinh@

florzinha
Enviado por florzinha em 12/05/2006
Código do texto: T154626
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1194596 leituras)
5 e-livros (3402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:03)
florzinha