Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACERTA O ACENTO.../HACE A LA DERECHA EL ACENTO…TÂNIA AILENE

ACERTA O ACENTO...

TÂNIA AILENE

 

O que importa, se o acento está no lugar certo

quando a vírgula já se faz presente na frase

O meu poema é emoção, não interessa que vai com "ç" ou não.

Faço do ponto o coração.

Dizendo ser feliz, no amor ou na vida

esqueço os problemas

questiono o alfabeto e regras gramaticais.

Quem sabe do meu viver ou sonhar

são os versos aqui contidos

dependendo do porque cada ponto é um conto.

Exclamação ou interrogação

vai saber o que se passa na cabeça do escritor

Dor ou alegria se transforma no ponto.

Aqui escrevo minha história ou será estória?

Não importa se contada ou lida

ela existe para ser vivida...

Se alguém nunca errou uma sílaba, um acento

nunca escreveu com sentimento

só quis passar o escrito.

Com coração vai emoção na fonte da vida

saudades, tristezas, choros

alquimia passada com sofreguidão

quem sabe lembranças doem ou não..

Assim vivo e repasso com ponto,

 acento ou não

quero mais é gramática no geral

a verdade é que consêrto  deixo

para entendidos sem sentimento

no meu prosear quero mesmo meus pensamentos...

 

HACE A LA DERECHA EL ACENTO…

TÂNIA AILENE
 
Qué importa, si el acento está en el cierto lugar
 cuando la coma se convierte en ya regalo en la frase
 mi poema es emoción, no interesa que va con “c” o no.
Hago del punto el corazón.
Diciendo ser feliz, en el amor o la vida
 me olvido que los problemas
 I preguntan el alfabeto y las reglas gramaticales.
Quién sabe de mi vida o soñar
 él es los versos contenidos aquí
 dependiendo de porque cada punto es una historia.
Exclamação o la interrogación
 va a saber qué dolor o alegría se transfiere en la cabeza
 del escritor si transforma en el punto.
¿Aquí escribo mi historia o seré estória?
No importa si están contados o
 los repartos existen para ser vividos…
Si alguien nunca errou una sílaba, un acento
 nunca escribió con la sensación
 sola deseó pasar la escritura.
Con el corazón la emoción en la fuente de la vida va
 los homesicknesses, sadnesses, la alquimia
 de los choros pasada con el sofreguidão
 que sabe recuerdos dona o no.
Así repass vivos y de I con el punto,
 el acento o
 yo no desea más es gramatical en la generalidad que
 la verdad es que me fijo me voy
 para entendido sin la sensación
 en mi prosear yo deseo mis pensamientos exactamente…


 

3/07/2006

TÂNIA AILENE

RIO DE JANEIRO
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 22/07/2006
Código do texto: T199182
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:51)
Tânia Ailene Nua Poesia