Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Psicologia da Amizade

Hoje foi um dia muito dificil, porque matei um sonho de longa data, pelo qual escrevi neste site mais de 100 poemas, e ao fim ao cabo tanto da minha vida e da minha história...Por tudo isto fiz um livro, escrevi-o e quem sabe um dia publicarei...Disse que não escreveria, nem falaria, mas hoje esse meu amigo entrou na Universidade e eu queria marcar esse dia de forma especial mesmo sabendo que talvez estas palavras pouco importem...Sao confusas e esquisitas, são como eu, mas são sentidas e profundamente oferecidas à ocasião...Porque acompanhei e impulsionei hoje queria dizer-te PARABÉNS e estou feliz por Ti...A Ti desejo tudo aquilo que sempre desejei e que sempre te dei, e hoje as minhas palavras são de incentivo...Segue em frente e pelo menos no estudo luta por um final feliz, não desistas, nem te escondas e não deixes ficar a história pelo meio...Deves isso a ti próprio e a quem gosta de Ti

E porque hoje o dia é teu...Para Ti a Psicologia da Amizade

Parabéns meu amigo!
Talvez eu quisesse dizer mais
Fazer mais, de forma diferente
De uma forma genial
Para te dizer com orgulho
Que vás em frente
Não desistas!
Força, um dia irás brilhar…

Acredita que chorei de alegria
Que imaginei outro cenário
Saber o resultado contigo
Felicitar-te pessoalmente
Partilhar o momento
Dizer estou feliz por teres conseguido
Mas nada posso fazer
Senão escrever
O que nunca morrerá comigo

Assim como escrevi a minha história
Por mais de cem poemas
Da mesma forma que escrevo a minha vida
Com a mesma coragem, com a mesma magia
De coração aberto e alguma nostalgia
Por isso hoje eu te envio este pedaço de céu
Vindo de um sitio distante
Escrito por uma velha conhecida
Que te disse muito antes de ser realidade
Vai em frente!
Eu acredito que é possível…

Hoje escrevo este poema a chorar
Pela emoção, pelo meu coração
Pela certeza de que estou só neste sonho ido da tua vida
Mas que ele está vivo nas minhas palavras
Que valem pouco comparadas com os sentidos
Mas que recuperam o passado e me transportam
Em fragmentos risonhos
Em desesperos assustadores
Em picos de desvarios
Em momentos de dor

Torci tanto por ti que acabei torcida 
Lutei tanto por ti que terminei vencida
Sonhei tanto que terminei acordada
Amei tanto e fui derrotada
Mas hoje enquanto sentia o sabor a fel
Recebi uma notícia vinda do céu
Que espero que seja o teu sucesso
A tua felicidade e realização
E hoje em que nada fiz do que queria
Continuei em silêncio teclando
Estas palavras simples
Que têm o peso da imensidão

Quando atravessares as dificuldades
E o sabor do desespero quando o estudo apertar
Quem sabe possas ler este poema e ai descansar
Ao perceber que neste recanto sempre irás encontrar
Um tempo verbal, um verso, um sinal
De que o tempo passa e continuará a passar
Mas as palavras imortalizam momentos
Por isso….
Parabéns, meu Amigo!
Sonya
Enviado por Sonya em 21/09/2006
Reeditado em 30/07/2008
Código do texto: T245989

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:24)
Sonya