Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nasce em paz, Criança

Vai criança,acalma teu medo e raia tua luz!
Não serás a lembrança de uma noite de amor,
d’um colóquio incônscio,prazeroso e sem jus,
eu e teu pai te fecundamos com muito amor!

Cremos  sem ver e te sentimos o toque suave
afagando nossos coração e alma, sutil doçura
que se fez razão mor do viver que nunca tive,
neste mundo de só multiplicar. Criança pura!

Há meio século celebra-se o Dia da Criança,
com festa, presente, petisco e cada promessa
de levar inocentes à incômoda intemperança
vendo a tal indignidade matando a esperança!

Teu coração já palpita nas minhas entranhas,
crescendo a minha ânsia de te tomar no colo,
falar o teu nome e te acordar todas as manhãs
para transfusão de amor num  sorriso sereno!

Cedo terás um seio para nutrir e agasalhar-te,
quatro olhos reverentes a vigiarem a tua vida
e garantia de saúde,amor e sustento eminente,
a cada passo teu crescerá meu riso à alvorada!

Bola para jogar,boneca para brincar. Sossego
não povoa os meus planos desde que te chamei
par'instruir e erguer como um ser respeitoso,
seguro,ousado, o Filho do amor que eu trago!

Como o trabalho dignifica o homem de bem,
minhas mãos te levarão à realização pessoal,
sempre que te achares incapacitado à viagem
delas te proverá o meu arrimo incondicional!

De todo flagelo te pouparei à qualquer preço,
preservando na natureza o gosto de ambrósia.
Nasce em paz,docemente t’espera meu abraço
com os dons divinos que zelam da inocência!

Santos-SP-07/10/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 07/10/2006
Código do texto: T258903
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:39)
Inês Marucci