Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo Bom o de Criança


Vagando nos pensamentos
Volto a um distante tempo
Onde tudo eram sorrisos
No mundo só alegria
Felicidade que contagia
No olhar a inocência
Momentos de candura
A vida era menos dura
Os porquês não eram entendidos
Tudo era tão desmedido
Não havia tempo, não havia hora
O importante era o agora
Corria, caía, chorava
Olhava, sorria, levantava
Como eram doces os algodões
Como eram alvas as nuvens
Aqueles que infância não tiveram
Cedo logo já sofreram
Os que rápido cresceram
Saudosos permaneceram
Amor era só o que existia
Não se permitia a nostalgia
Depois de tanta vivência
Tamanha era a esperança
Nesta era de criança
Assim plantou-se a semente
Numa crescente segui em frente
De repente me tornei gente
E hoje aqui estou
Relembrando o que passou
Versejando contente
Da  minha história e de muita gente.
 

Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 11/10/2006
Código do texto: T262248

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68612 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:56)
Nelciene Santos