Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O dia em que você não estava

Sentado à sombra de uma árvore. Pude ver tudo acontecendo
ao meu redor. Mas, você não podia ver. Pois, você não estava lá.
Você não estava quando a mais bela flor eu vi nascendo.
E você não estava quando eu vi a felicidade caminhar para cá.

Você não estava quando, depois de uma chuva forte,
apareceu um lindo arco-íris. Pude até contar as cores...
Foi uma pena você não estar comigo. Mas que Falta de sorte!
Pois, naquele momento, eu pude reviver alguns antigos amores.

Você não estava quando eu avistei a felicidade que caminhava com o amor.
Você também não estava quando eu tirei um cochilo com o vento tocando o meu rosto.
Durante o sono, pude sonhar com uma cachoeira que me refrescava do calor.
Você não estava. Mas, tudo o que eu pude ver, me fez feliz. Tudo era do meu gosto.

Pude provar sozinho um delicioso e maduro Maracujá.
Eu então fiquei inspirado com tantas maravilhas para olhar.
Eu então decidi escrever esta poesia... Mesmo você não estando lá.

Depois de viver no paraíso. Eu gostaria de te Dizer: - “Querida!
é com grande segurança e satisfação, que eu venho aqui para te comunicar
que depois deste tempo sozinho. Notei que você não fazia falta nenhuma em minha vida”.






Este poema foi escrito debaixo de uma árvore, onde floresceu a semente que estava dentro de mim. Esta era a semente dos “Versos Eternos”, que me ensinaram a escrever o que eu sinto.
Felizmente, o que eu senti naquele dia, era que eu não precisava da compania de certa pessoa para ser feliz. A felicidade está no coração de quem “Realmente” a procura.
“PENSE NISSO!”
Lucas Habermann De Carli
Enviado por Lucas Habermann De Carli em 30/10/2006
Código do texto: T277174
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Habermann De Carli
Leme - São Paulo - Brasil, 33 anos
93 textos (8133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:58)
Lucas Habermann De Carli