Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta poesia

Se é o dia da poesia, também
O é de seu instrumento, o poeta !!!
Essa  figura solitária que insiste
em se imiscuir nos sentimentos alheios;
Em inebriar inocentes e indefesas presas
com suas palavras doces e fermentadas ;
Pelos sentimentos azedados
Pelos sonhos espelhados
Pelos amores indomados.
 
Poeta !
Essa pessoa que se acha um deus
Também se considera um nada
Fragil em seu cotidiano;
Gigante em sua verve
Faz de seu oficio um divã
E da platéia sua plebe
 
Enfim um dia para aquele
Que enaltece o belo , que glamouriza o sofrimento;
Que fala de amor e de perda no mesmo compasso;
Que ao escrever sente a dor do arrancado sentimento.
 
 
 
PARABÉNS
Ao poeta que prometeu à poetisa
Um dia de perfeita harmonia
Uma noite de profunda agonia...
ou seria o contrario?


Rio Claro, 14.03.06  para meu primo/poeta Sigmar Montemor.
Edson Montemor
Enviado por Edson Montemor em 16/11/2006
Reeditado em 21/07/2008
Código do texto: T292841
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edson Montemor
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 53 anos
100 textos (16417 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:19)
Edson Montemor