Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu te ofereço vinho e pão, eu te ofereço o meu amor

Eu te ofereço vinho e pão
Eu te ofereço o meu amor
É uma estrofe de música de missa
Que cabe bem ao dia de hoje
Dia que deveria ser de adoração
Ao Sagrado Vinho e Pão
Que representam o Sangue e Corpo de Cristo
Embalados em muita oração
Acontece que toda gente
vê tais feriados como dias quaisquer
Se esquecem do que o Cristo fez
Quando nessa terra esteve
Sendo alvo das piores provas
Só para mostrar que o Deus Pai Todo Poderoso
Não é um Deus de guerra, mas sim, misericordioso
Dando seu próprio filho em agonia
naqueles santos dias
para que os nossos pecados
fossem por Ele revelados e lavados e expurgados
Sendo hoje um dia que se celebra
O mistério da Eucaristia
Do corpo e do sangue de Cristo
Do Sacramento
Este dia também é abençoado,
Sendo extensão da Páscoa Sagrada
Relembrando a última ceia
De Cristo e de Seus Apóstolos.
Hoje também deveria ser dia de retiro
Dia espiritual
Porém, as pessoas esqueceram
Quem é o Cristo, afinal.
O dia virou apenas mais um dia sem trabalho
A tradição se perdeu
Fico triste por ter que escrever essas rimas
que deveriam ser mais bonitas
mas a verdade é essa,
devemos a tradição resgatar,
pois somente o Cristo pode salvar
e a eles devemos glorificar!
Bendito seja esse dia
e todos os dias que celebrão O Pai
Sem ele não somos nada,
Sem ele não conseguiremos ser felizes, jamais!
Érika L J
Enviado por Érika L J em 07/06/2012
Código do texto: T3710936
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Érika L J
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1536 textos (58657 leituras)
1 áudios (59 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 15:29)
Érika L J



Rádio Poética