Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GUILHERME DE ALMEIDA

Quem possa respirar
Em toda “Campinas” verdentes,
Ar puro de poesias
Que com o espírito farto
De ricas rimas,
Com alma abastada
Com as águas bissetriz
Com as vertentes artísticas,
Com vertentes literárias,
Sinta-se feliz.

Quem possa respirar
Em nossa terra,
Ar puro de sabedoria
Com o “Culto á Ciência”,
Com o “São Bento”,
Com a “Nossa Senhora do Carmo”,
Este Ser junto aos Poetas,
Junto Fariseus e Filisteus,
Junto com Deus.
Sinta-se feliz.

Quem possa respirar
Ar puro que um poeta
Na querida Campinas
Este príncipe respirou,
Sinta-se feliz.

Este poeta Campineiro
Chama-se Guilherme da Almeida,
Estas algumas obras:-
Nós, A dança das horas,
Messidor, Raça, ect.
Era uma vez...,

Acaso,
Sinto felicidade,
Compactuar um ar,
Um príncipe respirou.

(Sidnei Levy)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 25/07/2005
Código do texto: T37683
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20819 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:50)
Sidnei Levy