Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARABÉNS ÓH MEU AMADO! ( I )

Sonetos do Poeta Malume (Manoel Lúcio de Medeiros)


Parabéns, oh meu amado, felicidades desejo,
Que esta data seja uma rosa, na tua vida seja um beijo,
Que motive desde agora, o teu grande coração,
Que agora se alegra, nesta comemoração!

Sabendo que nesta vida, no momento da guarida,
O conforto e a proteção são frutos da união!
Que nesta precisa hora, a luz que nasce na aurora,
Que aquece o teu jardim, que lá no teu peito flora,

Traga-te os bons amigos, e que todos te visitem,
Num cortejo sem igual, pois a vida é mais bela,
Quando da nossa janela, a cortina nos revela,

O céu brilhando afinal, num fundo celestial!
Que esta data natalícia, seja a efígie das primícias,
Que desfruta o coração, nesta linda ocasião!




HISTÓRICO: Soneto composto e dedicado ao Dr: João Batista Medeiros, Engenheiro Agrônomo e Advogado, por ocasião da festa do seu aniversário, realizado em Aracajú, Sergipe.


Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 26/11/2005
Código do texto: T76706
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16865 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:07)
Malume