Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VELHO ANO NOVO

Quase que esqueci o ano,
No calendário da parede,
Ficou por baixo do pano,
Na euforia de novos planos,
Mesmo que na limitada estrada,
Que também percorri vacilando.
Vi pés descalços,
Sapatos surrados,
Em meio ao asfalto,
Que grudou meus olhos,
Na revolta da natureza,
Na fome e na sede,
Nas grandes tristezas.
Tudo pedindo mudança.
Procurando um brilho,
Que possa despertar,
Os sonhos esquecidos.
Diante do altar,
Suplicas nos velhos gemidos,
Castigo! Diriam alguns,
Há quem diga que não,
Há quem duvide de tudo,
Há quem saiba consertar,
Os problemas do mundo ?
Mais um ano, mais um,
Novo e desbotado,
Diante de tanta injustiça,
Diria ainda mais amarelado.
Atrás da porta renovou-se o calendário,
E a realidade segue em frente....
Na alma dessa gente que apenas grita por PAZ !


19/12/05
Sônia Ferraz

A TODOS O DESEJO DE UM NATAL DE ALEGRIAS E UM ANO NOVO COM MUITA PAZ ... E QUE POSSAMOS TODOS REPENSAR ESTE ANO AFIM DE TOMARMOS ATITUDES POSITIVAS E SOCIAIS QUE POSSAM MELHORAR A VIDA DOS NOSSOS IRMÃOS... Feliz 2006
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 20/12/2005
Reeditado em 23/07/2016
Código do texto: T88639
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:57)
Sonia Ferraz

Site do Escritor