Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descobertas

Amava alguém que năo me amava,
sofria por alguém que não me via.
Cansada de chorar por alguém que já não se importava,
enquanto eu era tristeza, talvez ele sorria.

Amor que fazia de mim pequena,
sentimento que sufocava e prendia.
Eu era nova e serena,
dilacerada alma, que tudo sentia.

Hoje sou crescida,
acordei do pesadelo.
Não desejo quem não me deseja,
que isso tudo sirva de modelo.

Encontrei um outro amor,
acho que me ama e me adora.
Sou grata por tudo isso,
que toda a beleza se aflora.

Sou gigantesca do lado dele,
vivo em um sonho constante.
Esqueci todo sofrimento e dor,
que vivi com o que dizia, que eu era importante.

Agradeço pela vida,
e por todos que dela fazem parte.
Amo e sou amada,
essa é uma das mais belas artes.

Triste já não mais me sinto,
sozinha já não mais estou.
Amo o mundo e amo a vida,
e acabou toda aquela dor.

Descobri, descobri o que tinha de ser,
aceitei os fatos que aconteceram...
Não guardo magoas, só lembranças,
e o que mais quero é continuar a viver...
e poder sempre aproveitar cada mudança!
Magia
Enviado por Magia em 14/02/2006
Código do texto: T111807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magia
São Paulo - São Paulo - Brasil
41 textos (2151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:00)
Magia