Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce Manhã

Doce manhã!
Abro a janela
E a aurora fresca
Me encontra

Toca minha tez
Ainda quente
Da cama, do corpo, do amor
E me enche de frescor

Nos lençóis amassados
Jaz o corpo nú
Do homem amado.
De pele arrepiada
Ainda molhada, suada, roçada

Doce manhã
Para sonhar acordada
Sentir-se amada, desejada
Tomada pela fria aurora!
Recém chegada
Tai
Enviado por Tai em 24/03/2006
Código do texto: T127774
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tai
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
27 textos (1515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:18)
Tai