Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMANHECER

Soa e ecoa
Pelas montanhas
O grito ardente
De uma madrugada
Que fez tremer vitrinas
Espantou a passarada
Que nos seus
Itinerantes e rasos vôos
Provocam alvoroços
Pelo jardim
E são ímpetos
Ao rasgarem o céu áureo.
Uma rara aurora surge
E o raiar do sol iminente
Reflete-se no firmamento
Antes escurecido.
Os pássaros
Executam com a voz
A poesia natural
De suas espécies
Melodias que não esquecem
E agradecem louvando
Por mais um dia.
Damaso
Enviado por Damaso em 13/06/2006
Reeditado em 23/04/2010
Código do texto: T174942

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Damaso
Rio Manso - Minas Gerais - Brasil, 34 anos
326 textos (17039 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:05)
Damaso