Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DENTE

     Que dente estridente
     Dói na boca insistente
     Sã é forte e firme
     Morde-mástiga e rói
     Aos poucos corrói e destrói
     No céu da boca da gente

     Nasce o dente....
     O dente que nasce
     De leite e cai...logo se vai...
     Vem outro e renasce
     Assim... se aquece
     Fica e não sai
     São tantos dentes na boca
     Fiel pertinente
     Mascando oque comem
     E outros se somem...
     Para a angustia da gente

     Porque será?
     Que os dentes da gente
     Vivem no quente
     E caem numa fria
     Na boca que um dia
     Tava cheia de dente?


    EDEGAR SOARES
Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 25/07/2006
Código do texto: T201971

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:07)
Edegar SOARES