Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você me ligou e só disse: Alô, eu existo. E me bastou

O telefone tocou naquele momento
Quando tudo era desalento
Não havia vento
Tudo era disforme
O calor no inverno
O ar seco. Inferno.

O telefone tocou naquele momento
Quando tocava Billie Holyday
Um desespero só
Fazia dó
O desânimo
Desengano

Você disse alô sou eu. Tudo bem?
Você me salvou
Deu alegria
Lembrou da rua
Do ar fresco
De crianças
Tirou meu ranço
Passou cola na fissura

Você é meu anjo, eu já sabia
Mas não tinha noção
Da sua precisão
Você me tirou a dor
(um pouco)
Eu que era só desilusão
O telefone tocou
E você só o fez pra dizer
Alô. Tudo bem!

Você me tirou da beira do abismo
Do fundo do oco
Me deu gosto de novo
Aliviou meu peito
E você só ligou
Pra dizer: Alô. Tudo Bem.
Eu existo. A vida é bela
E todas aquelas balelas
Que se diz assim
Mas foi bom
Sai daquele. Votei pra mim.
(por hora)
Raul Los Dias
Enviado por Raul Los Dias em 28/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T204260

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raul Los Dias
Argentina
512 textos (75916 leituras)
1 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:09)
Raul Los Dias