Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SIMPLES POESIA

Tento fazer da arte meu engenho
Para que mate minha crença
Que não tire minha esperança
Nessa inspiração que tenho.

Olho!!! em minha volta e venho
Dizer dessa insegurança
Vejo contraste nessa mudança
Paro logo e me detenho.

Nessa luta me empenho
De escrever o que sinto
Doce inspiração que pinto
O mapa desse engenho.

Nesse terminal de ônibus
Saltam letras do meu peito
Pego elas do meu jeito
Como quem quer assunto
Vinte minutos juntos
Dessa noite muita fria
Más lapido com alegria
Essa que só vendo
Todas elas eu compreendo
Nesta simples poesia.



 OBS.Na alma do poeta, a poesia não tem hora para
chegar, ela vem e toma conta da Gente até mesmo
numa parada de ônibus.Luz e inspiração para todos.

MEU BAITA (grande) abraço flor de especial e voltaremos....

EDEGAR SOARES





Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 01/08/2006
Reeditado em 01/08/2006
Código do texto: T207138

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:07)
Edegar SOARES