Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a fada e a foda

quem faz poesia
pode não ser rico,
mas vive sorrindo
e se ele tem uma amada,
ela é a fada
que vem toda nua e imponente
desfilando pela calçada
ou é a foda
que, toda coberta e displicente,
se anima e entra na roda,
na roda de poesia

essas duas palavras deveriam
ser igualmente ensinadas
às crianças,
que só por acaso as aprendem
e por acaso se tornam felizes
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 11/08/2006
Código do texto: T213785

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:01)