Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que belo dia!


Que belo dia, meu amor!

Daqueles dias vindos dos Céus,

só para serem vividos,

se forem alegres e floridos!


Daqueles dias que trazem,

logo pela manhã

A frangância d'alfazema

E colorido da romã.


E para que servem tais dias??



Ahhhhh! Meu amor!!!

Servem para sonhar,

servem para gargalhar,

Com a inocência das crianças,

Servem, para ensaiar uma danças.



Servem, para fazer diabruras,

daquelas que nos fazem felizes,

e regressamos por momentos,

a beleza de outro tempos,

quando nos eramos petizes!



Deixemos, pois que o cheiro das gardénias

nos intoxique!

Escutemos os pássaros, nos campos,

cantando em despique,

Entoando hinos de louvor eterno!



Pois Meu Amor, já está bem certo,

que cada dia fica mais perto,

a chegada do nosso Inverno!!
Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 12/08/2006
Reeditado em 24/05/2010
Código do texto: T214554

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:11)
Aguarela Matizada