Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pinceladas

Não sou pintor
e pinto.

Pinto paisagens de sonho,
árvores, jardins, passarinhos,
gaiatos trepando aos ninhos,
rostos sujos de crianças,
meninas de lindas tranças.
A Primavera, o Outono,
recém nascido
dormindo no berço o seu primeiro sono.

Pinto as nuvens, o luar,
os barcos no alto mar.

Pinto os artistas falhados
que julgam, pobres, coitados,
ter assomos de talento.

Pinto o amor, pinto as paixões,
o ódio dos corações,
a guerra, a fome ,a saudade,
a mentira, a verdade.

Não sei pegar a paleta
nem manejar o pincel.
Uso papel e caneta.

E com a tinta azul do meu tinteiro
poderia pintar o mundo inteiro.
Manuel Paulo
Enviado por Manuel Paulo em 22/08/2006
Código do texto: T222882
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel Paulo
Portugal
29 textos (688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:32)
Manuel Paulo