Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois do outono a primavera


Não acredito,
Fica o dito,
Pelo não dito!
Ainda saio disto!

Tenho folhas nos pés,
A rodear-me e não trazem revezes.
São adubos do meu tempo
Serão levadas pelo vento

Podei, vivi, sonhei.
Se carreguei sonhos alheios,
Também não sei
Porque razão eu os levei.

Apenas passou, é chuva e vento,
A primavera sobreveio ao inverno,
Cheiro cores e sabores,
O brilho do verão é o novo tento.

Visto-me de uma nova aura,
Quem me olha vê outono,
Quem me ama a primavera.
Eu vejo o verão!
Denise Figueiredo
Enviado por Denise Figueiredo em 01/09/2006
Reeditado em 22/05/2013
Código do texto: T230662
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Figueiredo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
313 textos (14442 leituras)
16 áudios (2928 audições)
5 e-livros (193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:36)
Denise Figueiredo