Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CIRANDA DE EXISTIR

Estou vivo
estamos juntos
o mundo é nosso
somos do mundo

Estamos andando
o mundo gira
essa gente se alegra
com a nossa chegada

Dê-me tua mão
e um sol nascerá em meu rosto
passou a dor do mundo
terminou agosto
entramos mais fortes
em setembro

De mãos dadas, rompemos as ondas
entramos no mar
o mar é açúcar
viramos crianças
na festa do tempo

E eu que era pirata
hoje sou pescador
e entro no barraco
quando a noite vem

E eu que era tropeiro
hoje sou camelô
vendendo poemas de vento
nas esquinas da tarde

De braços dados dançamos
a ciranda de existir
Francisco C
Enviado por Francisco C em 18/09/2006
Reeditado em 18/09/2006
Código do texto: T243061

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:33)
Francisco C