Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
 
R
      ecanto
        
                das
                  
                    L 
                        etras
                         
 

 

 

 


VERDADES

Se nome escrito tenho,
na palma da minha mão,
agora eu aqui venho,
abrir meu coração.

Isso me leva ao medo,
ao coração abrir.
Revelar o meu segredo,
e vê-la assim partir.

Segredo nem tão guardado,
como eu muito gostaria.
Seu nome foi declinado,
em forma de poesia.

Nem todos conseguem ler,
seu nome nela escrito,
para se conseguir ver,
tem que seguir um certo rito.

Se seu nome se revela,
na mente ou no papel.
Pode ser uma janela,
abrindo porta do céu.

Se porta tento abrir,
sem chave e sem gazua,
conseqüências há de vir,
e a culpa será sua.

Por mais que tente e disfarce,
não consigo enganar.
Se moeda tem duas face,
me condena o olhar.

Amor só é percebido,
quando são dois a sentir,
se só por mim sentido,
não posso mais mentir.
Ofside
Enviado por Ofside em 07/11/2006
Reeditado em 20/02/2014
Código do texto: T284270
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofside
Rio Claro - Rio de Janeiro - Brasil
1661 textos (84702 leituras)
38 e-livros (808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:38)
Ofside