Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SORRISO



Sorrir é descortinar a alma,
É a estesia do albor...
O desabrochar da flor,
E o trescalar do coração.

Em riso, faz-se o amor quando se aflora,
Quando dois olhares se prometem,
Fazem-se os desejos e prazeres...
Quando a alma inteira se estesia,
Faz-se o pranto,
Faz-se a alegria.

O riso é o estampar do que se vive;
O arauto das paixões quando se inflamam,
O doce do viver, é o paraíso.

Geraldo Altoé

Geraldo Altoé
Enviado por Geraldo Altoé em 07/11/2006
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T285138
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Geraldo Altoé
Serra - Espírito Santo - Brasil, 60 anos
747 textos (17675 leituras)
1 áudios (12 audições)
2 e-livros (162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:20)
Geraldo Altoé

Site do Escritor