Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Passarinho Verde


Ornei-me.
Escova, perfume, maquiagem e
a melhor lingerie.
Ousei, sorri convidativa,
Olhei para os lados,
Nada!
Jantei sozinha.

Relaxei.
Cabelos ao vento,
displicente usei
chinelo de feira,
saia velha de renda e
calcinha de algodão.
Escrevia concentrada,
não reparei em ninguém.
Chega um menino sorrindo:
“- Tia, essas flô é pra sinhora!”
- Como? Perguntei.
“- Foi aquele moço lá fora...”

Nossa, um Passarinho Verde!!!!!

Não é que Mário Quintana tinha razão,
Passarinho Verde a gente só vê quando não olha!


16/11/2006.
Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 18/11/2006
Reeditado em 07/07/2008
Código do texto: T294804

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39970 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:09)
Divina Reis Jatobá