Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O meu céu


O teu céu, Senhor,
Feito de azul e claridade,
De bem-aventurança eterna
(Que minha boca se cale
Sem ferir Tua bondade)
Mas num céu assim,
Como Senhor se externa,
Nada ha que bem me fale!

O me céu, Senhor?
Ai! O meu céu!
É boquinha a escorrer leite,
Me sorrindo satisfeita!
È o ressonar tranqüilo
Do filho que se deita!
É a chegada do marido,
A partida para a escola!
O céu é o mundo corrido
Do dia-a-dia de agora!

É a revoada dos filhos,
Partindo para o amor!
E este amor se renova
Em outro amor
Filho em flor!

O meu céu, Senhor?
Ai! O meu céu!
É a cadeira de balanço
Balançando de mansinho!
É o fio de lã se enrolando,
Em camadas de arminho,
Minha mãe tricotando
O casaco do netinho!
O céu é o sorriso dos seus olhos,
As veias de suas mãos.

Se Tu tiveres lá em cima
Um céu assim como o meu,
Então a gente se anima
Pelo muito que viveu!
Mas não te esqueças dos filhos,
Do marido, do pai velhinho.
Da cadeira de balanço,
Balançando de mansinho!


Christina Cabral
Enviado por Christina Cabral em 05/09/2007
Código do texto: T640486
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Christina Cabral
Aracaju - Sergipe - Brasil, 88 anos
59 textos (5771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:32)
Christina Cabral