Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CIRANDA NO AR

A arte melódica criada pela mão
Canta o encanto, vem embelezar,
Sob o toque do violão
Sons, tons, ciranda no ar.

Alegoria do expressar
Vem ao poeta convidar:
- Vem vamos bailar?!
Nos passos das letras, Ciranda no ar.

Soneto e festejo
Convidam-me a regozijar
Dança pura como o beijo
Sem Maliciar
Ciranda no ar.

No doce Ritmo danço
Toques afinados do violão.
Bailo piruetas e balanço,
A orquestra tem entonação
No palco o Amor é o centro da atenção

Na música que ara a essência
Alço vôo na leveza de canção
Em meu sentido acaricia
Epopéias, melodias e celebração.
Festejo de poema é ária

O poeta ornamenta a alma
Beleza de poesia
Não há quem resista
Venturosa e terna alegria

O sabor de poetar
Leva-me a sonhar e Delirar
Conquistar e Crer
Desejar e Amar
Sentir e Ser,
Compor, cantar
Voar e dançar!!!
Tem Ciranda aqui no ar.

Audenice
Enviado por Audenice em 22/09/2007
Código do texto: T663832
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Audenice
Diadema - São Paulo - Brasil, 35 anos
49 textos (5572 leituras)
2 e-livros (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:21)
Audenice