Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VELHA GOYAZ

Eis que aqui cheguei!
Mais uma vez me encontro em teus pés.
Sento-me agraciado no velho banco de pedra.
O velho banco de pedra da praça da matriz.

Vejo à rua, as crianças brincando...
As velhas nas janelas a conversar.
A velha sorveteria...
A igrejinha sobre a serra.

Vejo as ruas estreitas, calçadas de pedra.
Meu querido “Rio Vermelho”, onde, vezes pesquei...
Vejo o velho Palácio,
Morada do Governo.

Vejo ao longe, a casa da ponte.
Onde brincavas quando criança.
A casa da velha “Cora”
A casa da cidade.

Ali acima, um pouco à direita,
Vejo fechadas as portas
Da minha velha casa.
A grande pedra na entrada...

Monumentos infindos,
Tens tu, velha “GOYÀZ”.
Antiga “Vila Boa”
E é Vila Boa”! É Vila do Meu coração.
Euzebio Alves
Enviado por Euzebio Alves em 03/11/2005
Código do texto: T67030
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Euzebio Alves
Goianira - Goiás - Brasil, 31 anos
35 textos (2841 leituras)
1 áudios (296 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:10)
Euzebio Alves