Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu sei, eu sei, nada é tão real...

Me satisfaz saber de tua desonra
e que ainda, é possível ver seus monstros a te acompanhar...
Me satisfaz ainda ver suas lágrimas sujas de barro,
não é de onde você vem...?
E ainda que tenha cansado de todo esse mundo fudido,
há ainda uma outra oportunidade...
quem sabe pular?
Eu sei que quando eu amo, não é real.
Eu sei que quando você ama não é real...
eu sei, eu sei, nada é tão real...
Me satisfaz saber de seus dogmas ultrapassados,
eles caem por terra junto a sua meretriz...
Meretriz que te satisfaz como qualquer um a mais...
Meretriz que não te ama mais...
Me satisfaz teu gosto pragmático...
Satisfaz-me teu ódio ainda que não real...
Eu sei, eu sei, nada é tão real...
Tatiana Marques (Tath)
Enviado por Tatiana Marques (Tath) em 29/09/2007
Código do texto: T673488
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Marques (Tath)
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
594 textos (21052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 05:56)
Tatiana Marques (Tath)