Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALEGRIA DE ESCREVER


Em mim existe uma alegria tal,
E não encontro explicação
Quando no momento de emoção,
Abre a concha o vendaval

Vindo da boca da musa,
Liberando palavras e sons,
Pinturas de todos os tons.
Minh’alma se torna luz difusa

Vira notas de muitas sinfonias,
Cometa riscando o céu,
Sherazade sem o seu véu,
Universo em harmonia.

Tudo nasce em espiral de incenso.
Escrevo e a cabeça não levanto,
Deus, não posso quebrar o encanto
Do poema no ar suspenso.

Agiganta-se a minha alegria
No momento único, triunfal,
Em que posso ver, afinal,
No papel a minha cria.

01/11/05.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 05/11/2005
Código do texto: T67558

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343062 leituras)
19 áudios (10579 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:56)
Maria Hilda de Jesus Alão