Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A razão dos meus versos

Se vem o vento se juntar a voz que rasga das entranhas da minha poesia,
se vem o aroma das rosas perfumar o doce manto no qual descança a minha poesia,
se vem uma velha cadeira recostar a vida da minha poesia,
não está completa minha poesia.
Minha poesia ressuscita no momento em que morre, se é banhada da lágrima que eterniza aquele momento.
Gláuber Ferreira
Enviado por Gláuber Ferreira em 02/10/2007
Código do texto: T677537

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gláuber Ferreira
Pau dos Ferros - Rio Grande do Norte - Brasil, 30 anos
21 textos (1393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:48)
Gláuber Ferreira