Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas asas do meu anjo


Amanheceu,
acordando leve,
revigorada em
minha alma.
Levantei,  foi a janela
olhei distraida,
vendo o dia clarear,
com uma beleza subtil.
Cruzavam em bandos,
agitados e alegres,
as lindas andorinhas
anunciando a vida.
Dei comigo a olhar
com prazer para o céu,
nas nuvens eu via algo
estranho mas belo...
Era anjo, era ilusão,
seria confusão certamente,
mas era tão belo que me perdi
olhando para ele encantada.
Viajei na suas asas,
voei ao infinito, observando,
as lindas as flores a desabrochar
que em meu rosto batiam, sorrindo.
Aromas suaves , luz e a brisa
luz bela, sublime, de bela paz,
leve era o ar que sentia
nos céus que me adivinham.
Sentia que era algodão,
leve solto e suave,
sentia que era o luar
que em minha mente vinha.
O Sol era a minha fonte
onde jorrava a energia
do teu leito, meu Pai,
ondas de amor sentia.
Eram as asas do anjo,
que voei encantada e feliz,
nos meus sonhos de menina
me sentindo muito amada.

Betimartins
Enviado por Betimartins em 04/10/2007
Código do texto: T679824

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97475 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 21:46)
Betimartins