Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELAS

Eu amava a Lalá sinceramente,
com tanto ardor, que quase enlouqueci.
Depois, quis à Lelé, pura, inocente,
que deixei pela graça da Lili.

Mas, por uma Loló de olhar ardente,
dos encantos daquela me esqueci.
Mais tarde, amo a Lulu, que a muita gente
fez perder a razão como eu perdi.

E, assim, foram-se todas as donzelas;
hoje, só resta uma lembrança delas,
que me torna tristonho e "jururu".

Foram-se todas, foram-se, deixando
meu coração, baixinho, soletrando
- Lalá, Lelé, Lili, Loló, Lulu...

AUTOR: LUIZ LEITÃO,
DO LIVRO "VIDA APERTADA",
NITERÓI, RJ, 1926.

LUIZ LEITÃO ERA AMIGO DE NESTOR TAMBOURINDEGUY TANGERINI.

"O soneto Elas, de Luiz Leitão,
foi plagiado por um célebre compositor,
que o transformou em marchinha de Carnaval.
Advinhem quem é"

NMT.
Bergamota
Enviado por Bergamota em 08/11/2005
Código do texto: T69001
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bergamota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 121 anos
104 textos (3806 leituras)
4 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:44)
Bergamota