Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DESPERTAR DAS BORBOLETAS








Eu nasci nos mares azuis...
Brandi os tufões ensangüentados.
A angústia eu murchei no vaso de água.
Junto às tempestades devorei o silêncio.
Nas asas das borboletas despertei as cachoeiras.
Nas noites melancólicas beijei a lua no céu.
As tuas palavras antigas eu deixei nas areias
do deserto.
E nas pedras apaguei as tuas digitais do passado.
Pois o que importa pra mim, é o sonoro presente.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 06/11/2007
Código do texto: T725584
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
ALBERTO ARAÚJO
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
3130 textos (157705 leituras)
33 áudios (3191 audições)
35 e-livros (6651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:10)
ALBERTO ARAÚJO

Site do Escritor