Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou o meu poema!




Minhas palavras
falam por elas próprias
e dizem o que querem de mim
mas eu continuo assim,
esse doce vendilhão do templo
sem tempo para não me sentir
ao fazer meus versos.

É própria de mim a poesia
e por isso faço eu tantos poemas
que voam e soltam suas penas
e estão por onde passo
atravessando o deserto de alheias verdades
e os pântanos de minhas mentiras ressecadas.

É como se do céu caíssem minhas letras
e se juntassem alegres numa  retreta
e meus ouvidos, ouvindo-as, se alegrassem
permitindo ao meu peito maturar-se
e aprender  ainda mais  a fazer versos.
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 09/11/2007
Código do texto: T729841
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulino Vergetti Neto
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
2391 textos (136930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:44)
Paulino Vergetti Neto

Site do Escritor