Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Colibri

Cante colibri, saia da gaiola
Alivie suas cordas e fale sua harmonia
Ande pelo mundo e solte sua cantoria
Sorria a beleza da canção do infante
Seja colibri e cante
Voe colibri, saia da gaiola
Voe pelos ares do céu maravilhoso
Dê piruetas e aproveite o gozo
Passe pelas árvores e sinta suas folhas
Olhe a floresta, toque na grama
Sinta o amor da mãe terra
que te ama.
Deixe que sua canção
Pelos montes ecoe
Seja colibri e voe
Basta um bater de asas,
basta um cantar,
Basta sair dessa gaiola
basta para o céu olhar.
Ah! colibri seja livre!
Que abro agora a gaiola,
Espero só que você viva

Agora que voa, ouço seu cantar
Agora que voa, vejo o seu voar
Agora que voa, vejo que sorri
Esta livre, seja colibri!
Bardo de Solia
Enviado por Bardo de Solia em 25/11/2007
Código do texto: T751689

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bardo de Solia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
112 textos (5145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 01:14)
Bardo de Solia