Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ AMANHÃ CAMARADAS!

Aos meus amigos e amigas
ATÉ AMANHÃ CAMARADAS!

Forjámos
O imenso que somos
Debaixo da batalha existencial
De todos os dias
De todos os tempos

Até amanhã camaradas!

Perdi a conta
Aos conflitos
E guerras
Que não deixámos de ter entre nós
Saudáveis
Porque isso
Ensinou cada um a respeitar o próximo

Até amanhã camaradas!

Alguns se perderam
Alguns deixaram de fazer parte
Talvez porque nunca realmente
Importaram
Ou se importaram
Restando o apenas imenso de vocês:

Até amanhã camaradas!

Nos sorrisos
Lágrimas
Suor
E até algum sangue
Mas nunca, jamais!
Na indiferença
Criámos a fortaleza
Gerámos o “nós”
Que nunca se há-de desfazer
Recriámos o impossível
Fomos por instantes imortais
Porque acreditámos
Que nunca havemos de acabar
Sendo estas linhas apenas
Um até já muito breve
A durar o tempo da saudade
Que virará a ampulheta
Da distância
E nos tornará próximos
Como mais ninguém em todo o Universo

Até amanhã camaradas!

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 09/04/2006
Código do texto: T136245

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:18)
Miguel Patrício Gomes