Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encantamento

Você comparou-me a animais, a fenômenos naturais, as flores, à beleza feminina e,mais algumas maravilhosas menções.
Transformou-me em MUSA,CRIMINOSA e, em uma simples MULHER!
Atribuíste ENCANTOS que eu mesma não sabia...Viste qualidade, beleza, jovialidade, inteligência, alegria...Tudo dentro de uma razão encapsulada pela paixão da escrita...
Demonstraste em tudo que até então escreveste uma paixão pela vida vivida de forma única, viva, intensa, sentida e submersa nos mais nobres sentimentos...
Você me acusou de invadir, seduzir, mexer e tomar posse de seu coração...Homem! Eu nada fiz, sou inocente dessas acusações...
Se existe um culpado... és TU!
Que igual a um leão, soberano, com toda sua majestade e imponência entrou em minha vida e, suga-me em cada união de letras todas as energias que possuo...
Igual ao um felino, foi demarcando território, audacioso e gentil foi-se achegando, rodeando-me como a uma presa, analisando-me como a um alvo, medindo minhas qualidades para ver minhas fraquezas...
E digo-lhe mais...Se existe bruxos, magos ou feiticeiros, você é um deles, pois a magia que exerce, o encanto que estabelece nessa sua forma de conduzir o que sentes transmitindo-a por cada letrinha... Bruxo!

O que me diz? Eu ou você? Culpados ou inocentes?

Egregora
Enviado por Egregora em 19/04/2006
Reeditado em 05/05/2006
Código do texto: T141672

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Egregora
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
28 textos (1707 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:57)
Egregora