Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAZIO

Letra dedicada à nova e promissora amiga Sónia Neves, Princesa borboleta

VAZIO

Vejo e sinto
Quando ninguém sente
Como eu sinto
Os quadros da mente
Que eu a gosto pinto

Vazio

Se sei
Que não vais ler o que te escrevo
Queria-o saber de facto
Mas não sei se me atrevo…

Vazio

Por uma aposta de risco de amizade
Não devia ser um jogo de sorte
Devia ser uma aposta na eternidade

Vazio

Se me apercebo
Que o teu sorriso continua moribundo
Apesar das mil e uma artimanhas que vou fazendo
Para teres uma alegria do tamanho do mundo

Vazio

O copo
E não consegui a embriaguez
Tenho um zero na memória
E penso ser a conta que Deus fez
Mas do nada vem o tudo
É a essência da imensidão
Vazio estava quando comecei
Preenchido estou
Depois de te fazer esta canção

Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 03/05/2006
Código do texto: T149462

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:46)
Miguel Patrício Gomes