Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TENHO

Para quem perdeu a fé e em parte para ti, que andas perdida, embora eu saiba que mais depressa do que imaginas te vais encontrar, tu sabes quem és, minha querida amiga
TENHO

Pena dos dias
Em que vivi na mais abjecta e odiosa guerra
Que ouve uma altura
Em que parecia eterna

Tenho

Dias de paz
Que se repercutem na imensidão
Tudo à minha volta é um caos
Mas sou imune a essa dissenção

Tenho

Saudades
De dizer
Que te amo
E o facto
De me negares esse pequeno prazer
É para mim desgosto tamanho
Que houve uma altura
Em que não conseguia dormir
E muito menos
Sorrir
De acreditar
Que há sempre um dia
Que vem a seguir ao dia da amanhã
Que tudo em ti
Foi uma realidade vã
Mas hoje consigo
Pois já vivo no “nosso futuro”
Em que sou feliz
À minha maneira
E por isso sei que perduro
No meu amor
Nos meus doces ideais
Encontrei o meu grupo
Encontrei os meus tais
Gente madura
De uma cepa em extinção
Somos uma minoria
Mas juntos
Somos uma indestrutível união

Tenho
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 06/05/2006
Código do texto: T151414

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:43)
Miguel Patrício Gomes