Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OUTROS MUNDOS

À Sónia Princesa Imperatriz Borboleta Rainha
OUTROS MUNDOS

-Um dia, um dia hei-de te amar como tu mereces
ou talvez não…
Pois afinal quem pode adivinhar o futuro
E a sua perturbante questão…?

-Mas o futuro é muito longe…

Respondeu-lhe com infinita tristeza e igual dose de amor
nas lágrimas que conteve com demasiada dificuldade
para esconder um gigantesco calor

Pois, ao contrário do que ela pensava
Eles não eram dois mundos que resultariam numa hipotética união
Eles eram dois astros
Numa rota desencontrada de colisão, de solidão

E Eu observava a tudo
No meu papel de astronauta
Dos sentires
Herói sem o ser da sua perdida causa

E por isso lhe criava quadros com as estrelas
Escrevia poemas no céu da mais próxima galáxia
Recuperava a arte das histórias antigas (que ela gostava)
E fazia-lhe ver a urgência
De acharmos gente amiga

Para ultrapassar aquele drama intemporal
Pois eu vivi até há pouco tempo
Um demasiado igual

Porque na fraternidade dos homens livres
Nunca se está sozinho
Disse um Sábio um dia
E com isto tudo
Quis-lhe apenas mostrar toda a minha ternura
Que no meio da sua tempestade cósmica
Ela tinha em mim
Um indestrutível
E fiel Amigo
Porque nessa luta titânica
Tu podes ir bem fundo
Mas ter-me-ás sempre a teu lado
E aquilo que sempre estou a gerar,
Meu maior tesouro e legado supremo

Outros mundos
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 26/05/2006
Código do texto: T163214

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170351 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:19)
Miguel Patrício Gomes