Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eternas Orquídeas

Ao se aproximar a noite florentina, aproximei-me junto a uma fonte de águas cristalinas, conhecida como “Véu das Orquídeas”, assim chamada devido às mais belas e delicadas orquídeas de toda a Itália, que naquela província encontraram harmonia e beleza raras; algumas tão harmoniosamente dispostas sobre a fonte erguida segundo o refinado gosto de uma artista ainda viva, segundo dizem mui sábia e convicta em suas doutrinas, uma jovem chamada Jéssica.

Ao observar uma coluna com suaves linhas circulares, deparei-me com uma pequena frase, assim lavrada com muito detalhe: “Jesus è il senso, la verità e la vita”.

Por não dominar aquela língua, por um breve momento questionei o que significaria aquela frase quase oculta pelas belas orquídeas, quando ao sussurrar:

- O que isto significa? - Ouvi uma doce voz responder:

- É um versículo bíblico! - E ao me virar, contemplei uma bela jovem com olhos e cabelos castanhos, pele clara e estatura mediana dizer:

- Meu nome é Jaqueline, e o seu?

- Álex Monté, é um prazer conhecê-la!

- Igualmente! Não pude deixar de notar seu grande interesse e atenção dedicados a esta fonte. O que sabe sobre ela?

- Sei que foi erguida por uma artista florentina há dez anos atrás. Conheço vários países e nunca vi fonte tão bela quanto esta!

- Sabe, às vezes também dedico alguns momentos para apreciar estas orquídeas, e me lembrar de uma pessoa mui amada, que me influenciaria por toda a vida.

- Seria um amor perdido, um amor proibido? Indaguei-me estarrecido.

- Na verdade, esta fonte foi construída enquanto eu estava internada no Hospital dos Inocentes. Desenganada pelos médicos, solteira e com meus pais já falecidos, só podia contar com uma irmã caçula que me visitava todos os dias, levando alimentos, esperança e palavras inesquecíveis.

- Ela disse que se eu cresse em Jesus Cristo, ele me curaria, e ela dizia com tal convicção, que acreditei naquela doutrina. Em minha última semana de internação, ela se casou com um amigo de infância, e enquanto todos já aguardavam minha partida, ela dizia que na semana seguinte eu deveria ir à praça onde brincávamos juntas quando crianças. Então disse a ela:

- Ora, Jéssica! Lá não tem nada de interessante, senão algumas árvores velhas e aquele pipoqueiro contador de histórias mirabolantes! Ela respondeu:

- Isso não é verdade! As coisas mudam, e assim como sua vida será renovada por uma poderosa mensagem, também aquele lugar o será por uma simples frase, você verá!

- Sem entender o que ela queria dizer, nos despedimos com muitas lágrimas, já que ela se mudaria para a Província de Nápoles, onde seu esposo possuía uma herdade.

- Passados oito dias, meu médico disse que não entendia como me mantive viva, nem como minha enfermidade havia desaparecido, e desta forma poderia receber alta já no fim do dia.

- Ao sair do hospital, peguei um táxi rumo à praça conforme minha irmã ordenara, e qual não foi minha surpresa ao ver, em meio à paisagem, esta belíssima fonte onde antes só havia pequenas árvores, já muito antigas. Aproximei-me da mesma, com calma e algumas lágrimas, até perceber esta pequena frase ao longo da coluna de linhas suaves, que em italiano dizia: “Jesus é o caminho, a verdade, e a vida”; e na placa este registro: “À minha amada irmã Jaqueline”.

Álex
Enviado por Álex em 07/06/2006
Reeditado em 13/12/2013
Código do texto: T170806
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Álex
Goiânia - Goiás - Brasil, 35 anos
30 textos (4024 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:04)
Álex