Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FEIA

À Sónia Princesa Imperatriz Borboleta Rainha para que nunca te esqueças de quem és, bela, imensa e jamais
FEIA

Quando te prendes
Na tua teia
De muitos afectos
E ainda mais desilusões
Aranha que tece
Um mundo de ilusões
Onde apanhas ao calha
O que comes
E que te pensas agradar
Mas caças qualquer coisa
Para a fome saciar
Esquecendo quem és
Do que podes ser
Porque um breve período de fome
Só te dará mais forças
Só te fará crescer
Reforçando a tua real pessoa
E que mora bem perto do céu
E não em qualquer canto esquecido
Onde não brilha a luz
Onde o teu enorme fulgor está adormecido
E tu sabes bem que não é uma ruga
Ou os cabelos brancos que um dia te irão dominar
Que serão a tua candeia
Brilhas com luz própria
E enquanto te lembrares disso
Nunca serás

Feia
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 07/06/2006
Reeditado em 07/06/2006
Código do texto: T170855

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5079 textos (170375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:39)
Miguel Patrício Gomes