Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO LIMIAR DA AURORA

À Sónia Princesa Imperatriz Borboleta Rainha
NO LIMIAR DA AURORA

Te prometi
Acompanhar
Pela infinita noite fora
Tudo se concretizou

No limiar da aurora

Pois acredito
Na carestia da tua amizade
Do meu ser
Sol e lua ao mesmo tempo
Eu sem ti
Tenho demasiado a perder

Porque a tristeza
É um fato
Que não te cai bem
Apesar de seres bonita
Com tudo o que uses
Com tudo o que fazes
Porque fico eu triste
Quando no teu colo de rainha
O silêncio trazes

Mal me quer
Bem me quer
Quero-te como amigo
Pois em tal sentimento
Sobre o resto acredito

És um sol que brilha
Sem dares por isso
És uma água pura
Que transformas coisas pequenas em mito
Porque são as pequenas coisas
Que transformas em grandes
E que fazem tudo valer a pena
Tudo é pura arte
Pela simples razão que dás à vida
A forma de um poema
Que eu gosto de ler
Sentindo que a alienação e as sombras, tudo se vai embora
O céu contigo ganha outras cores

No limiar da aurora

Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 09/07/2006
Código do texto: T190756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:25)
Miguel Patrício Gomes