Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CINZEIRO

Tu es quem guardas as cinzas
Dos meus cigarros nervosos
Guardas tambem meus segredos
Meu amigo carinhoso

Tu seguras meus cigarros
Dias, noites madrugadas
Es companheiro inseparável
Das minhas tristes jornadas

Tu já me vistes chorar
Pegar o lápis escrever
Nunca pensei em te olhar
Mas hoje olho você

Agradeço
A eterna compreenção
O teu jeito de pensar
Calado é que me fazes
O cigarro acabar

Meu amigo verdadeiro
Mesmo tu sendo de barro
Eu queria ser teu cinzeiro
Para jogares em mim
As cinzas do teu cigarro...

Gilberto Júnior
Enviado por Gilberto Júnior em 12/07/2006
Reeditado em 23/08/2006
Código do texto: T192742
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Júnior
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 64 anos
70 textos (2897 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:37)
Gilberto Júnior